O final do ano é normalmente época de balanços. Sabia bem agora colocar aqui uma lista dos objectivos atingidos ao longo dos últimos 365 dias, mas não estou virada para isso. Não sou de listas; de qualquer modo, já publiquei a maior parte dos ditos feitos no blogue. Mas, como os balanços pedem com tanta força para serem feitos, gabar-me-ei apenas dos livros que li.

É favor notar que esta pilha, claramente, não inclui os livros que eu requisitei em Bibliotecas pelo simples facto que não os tenho comigo… Porque foram devolvidos, como é suposto (sniff). Mas tenho orgulho na mesma na minha organizada pilhazita.

Ou melhor dizendo, nas minhas 3 pilhas. Uma com os livros que li, outra com os que pretendo ler de seguida e a das comics. E andei eu a financiar este fervor todo, com excepção de dois dos Assassin’s Creed, que foram emprestados e que eu ainda não devolvi (haha!).

A pilha inclui:

  • Biliões de BiliõesCarl Sagan
  • Assassin’s Creed – Oliver Bowden, incluindo: A Cruzada Secreta, Renascença e Irmandade
  • A Desilusão de DeusRichard Dawkins
  • Sombras de Antepessados EsquecidosCarl Sagan
  • Tropa de Elite IAndré Baptista, Rodrigo Pimentel, Luiz Soares
  • O Anjo BrancoJosé Rodrigues dos Santos

E quanto à pilha dos comics e dos que ainda não tiveram o gosto de ser lidos:

A pila dos “por-ler” contém dois títulos por que anseio: a Origem das Espécies, de Charles Darwin, e o de Richard Dawkins, O Espectáculo da Vida. Ah, e também está lá o 1984, coisa que já li. E por que é que vai para a pilha dos “por-ler”? Porque este está na língua original, em Inglês. Eu calhei de ler primeiro a versão Portuguesa, mas a tradução do Newspeak (novilíngua, na versão que li, mas elas mudam tanto de umas para as outras que vocês podem muito bem ter visto outro nome) sempre me deixarou confusa e prefiro ver em primeira mão o que era suposto significar.

E a pilha das comics fica-se apenas pela integral colecção dos volumes do Scott Pilgrim, visto terem sido os únicos livros do género que li este ano e de que tenho memória. A história é engraçada e agradável, mas esperava mais, mais lá para o fim. E nem sequer consegui aguentar o filme até ao final, se querem saber.

Para finalizar, cá vai o livro que ando a ler de momento:

Dos melhores livros que já li.